Dados do nono Boletim Hidrometeorológico Integrado do Estado apontam que devido ao volume de chuva considerável nos últimos três meses, a situação de estiagem teve uma melhora significativa. Porém, algumas cidades ainda enfrentam algum tipo de problema no abastecimento impactado pelo tempo seco.

Conforme dados estudados entre 285 cidades catarinenses, é possível destacar que Santa Catarina tem 221 cidades em estado de normalidade, 55 em estado de atenção, 6 em alerta e 3 em estado crítico, situação que reforça o período ainda delicado que o Estado se encontra tendo em vista a falta de chuva por longos períodos sem precipitação desde 2019.

O Boletim destaca recarga mais aparente na área urbana, observando uma melhora nas condições de abastecimento nos municípios desde a sétima edição. A gerente de Fiscalização de Saneamento Básico da Aresc, Luiza Burgardt comenta que embora a situação tenha melhorado, o período é delicado para alguns municípios que se encontram ainda em estado de alerta e crítico. “Iremos continuar monitorando a situação dos municípios visando o acompanhamento das ações preventivas que estão sendo adotadas para minimizar a ocorrência de desabastecimento frente à escassez hídrica”, considera.

Para o diretor de Recursos Hídricos e Saneamento da Secretária de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), Leonardo Ferreira, as informações apresentadas nos boletins confirmam a importância do monitoramento constante dos recursos hídricos. “Os dados atuais do boletim traduzem uma condição de melhora significativa no número de municípios atingidos. Assim como uma boa perspectiva de manutenção das chuvas bem distribuídas. No entanto, cabe ainda ressaltar a necessidade da consciência pelo uso da água”, frisa.

O estudo de monitoramento, coordenado pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE) em parceria com a Defesa Civil de Santa Catarina, Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (ARESC) e outras agências reguladoras do Estado, tem o objetivo de monitorar e divulgar a situação hídrica catarinense.

Previsão

Para o próximo trimestre, verifica-se sinais de continuidade de médias a poucas chuvas, mantendo o acompanhamento da normalização do abastecimento urbano. No entanto, tendo em vista a condição hidrológica dos cursos d’água, é possível indicar a permanência da estiagem prolongada no Estado de Santa Catarina por conta da necessidade de uma maior distribuição e volume de chuvas esperados com mais frequência.


Confira o boletim na íntegra aqui

WhatsApp Image 2020 09 02 at 17.59.09

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: ARESC | Acesso restrito