Uma equipe técnica da Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina - Aresc realizou nessa segunda-feira (29) mais uma fiscalização emergencial no Sistema de Esgotamento Sanitário da Lagoa da Conceição, na capital do Estado. Essa demanda foi realizada em função de um grupo de trabalho criado pela prefeitura de Florianópolis no qual integram técnicos da gerência de fiscalização de saneamento da agência, cujo objetivo é buscar alternativas para a recuperação ambiental da região da Lagoa.

A fiscalização visou coletas para consequente avaliação da qualidade do efluente tratado pelas Estações de Tratamento de Esgoto da Lagoa da Conceição e Barra da Lagoa, bem como da eficiência do tratamento empregado. Foram coletadas amostras de efluente bruto nas entradas das ETE´s e amostras de efluente tratado na saída, e mais outra na zona de mistura, ou seja, local onde o efluente tratado é lançado no corpo receptor.

A Gerente de Fiscalização de Saneamento Básico da Aresc, Luiza Burgardt explica que a motivação para as ações do grupo de trabalho criado é mostrar um diagnóstico tanto da parte operacional quanto da qualidade das estações de tratamento de esgoto daquelas localidades. “Nosso interesse enquanto órgão regulador e também como conveniado ao município de Florianópolis é verificar a operacionalidade dos Sistemas de Esgotamento Sanitário operado pela Concessionária e contribuir, dentro de nossas atribuições, com medidas que investiguem poluições na região da Lagoa da Conceição e adjacências, visando a qualidade do serviço prestado e o respeito ao meio ambiente", afirma.

O resultado das análises laboratorial ficará pronto em 15 dias e posteriormente faremos um relatório com os dados apresentados.

IMG 20200629 WA0022 2

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: ARESC | Acesso restrito