A Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina-Aresc participou de um evento realizado na tarde desta terça-feira (26), na Câmara de Vereadores de Imbituba, onde representantes dos supermercados que atuam no município, se comprometeram em repassar todo o material reciclável à cooperativa que faz o beneficiamento do lixo na cidade. A palestra, organizada pela Secretaria do Meio Ambiente, contou com a participação de vários segmentos da sociedade.

O lixo reciclado que é produzido pelos supermercados representa, aproximadamente, 16 toneladas de materiais por mês. São resíduos que deixam de ser enviados ao aterro sanitário de Imbituba. Além disso, o material reciclado irá gerar renda aos catadores. Hoje, 15 pessoas trabalham, diretamente, com o beneficiamento dos materiais recicláveis. Cada catador recebe cerca de R$ 1.000,00 por mês com a separação e a venda de papel, vidro, plástico e metal.

“Ao invés de buscarmos medidas mais drásticas quanto à destinação correta do lixo reciclável, nós decidimos sentar e conversar com os donos dos supermercados”, afirmou o Diretor de Resíduos Sólidos da prefeitura, Olivar Francisco Filho.

Como parceira, a Aresc foi convidada pelo legislativo a participar do evento através da palestra que foi ministrada pelo Coordenador de Resíduos Sólidos, jatyr Borges, que aproveitou a oportunidade para apresentar os desafios e preocupações para a destinação correta dos resíduos sólidos urbanos.

A reciclagem é um dos objetivos para destino adequado de resíduos de acordo com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010), e em Santa Catarina, a Aresc regula e fiscaliza a prestação de serviços de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos de seus municípios conveniados, a partir da Resolução Aresc nº 103, que estabelece as condições gerais para a prestação dos serviços.

IMG 20190327 WA0005

JSN Boot template designed by JoomlaShine.com

Desenvolvimento: logo ciasc rodape | Gestão do Conteúdo: ARESC | Acesso restrito